segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Evolução? (Parte II)

"Esse mundo é um barco de merda navegando num oceano de mijo soprado por um vento de peido".

Um conhecido cientista italiano está causando grande polêmica na Itália depois de ter apresentado uma teoria dizendo que a espécie humana está caminhando para o bissexualismo. Durante uma conferência neste fim de semana na região da Toscana, Umberto Veronesi, que é médico e ex-ministro da Saúde, afirmou que a espécie humana deve caminhar para o bissexualismo "como resultado da evolução natural das espécies". "O homem está perdendo suas características e tende a se transformar numa figura sexualmente ambígua, enquanto a mulher está se tornando mais masculina. Desta forma a sociedade evolui para um modelo único", afirmou Umberto Veronesi, que é oncologista. (leia a reportagem na íntegra)

********************************************

Eu já tinha falado aqui no Confraria sobre essa tendência eufemizante (outro neologismo?) que assombra o gênero masculino e da masculinização crescente da mulher.
Pra quem não viu ou então quer lembrar, tá aqui.
Só que ler essa reportagem me fez refletir o quanto a ciência pode colaborar para a degeneração do homem. (viu Bertunes, eu também consigo ver que a ciência mediocre pode ser tão podre quanto o jornalismo fuleiro) Eu não sou mais tão homofóbico quanto eu costumava ser. Mas nessas horas eu fico pensando se o grande filósofo e profeta Falcão não acertou na mosca, quer dizer, na libélula.


**********************************************

A sociedade não pode viver sem as pessoas
Falcão

"É preciso estar sempre muito alerta
Para entender a ética das altas rodas
E não é preciso ser nenhum Nostradamus
Pra saber que a bem poucos anos
Quem não for viado não vai estar na moda
Porque a sociedade é dinâmica
E pensa que o futuro é pra frente e o passado está morto
E não importa nem que você seja perfeito
Mas que pelo menos deixe de preconceito
E passe doravante a também queimar o ordo
Porém eu sei que isso é só filosofia
De uma gente que vive o dia-a-dia
Procurando um jeito de nos transformar
Mas eu duvido que comigo essa moda pegue
Pois até para fazer um simples exame de fezes
É preciso quatro homens pra me segurar".

6 comentários:

Paulera disse...

eu ia perguntar se existia a possibilidade de ser o falcão do O Rappa, mas depois de ler a letra ja sei a minha resposta.

fui!

Marilia Gabriela disse...

Meu pai é fã do Falcão. Li a matéria toda, e não é fantasiosa não.

Um caso pra se pensar....

Hammurabi disse...

Olha, eu não sei se eu me fiz entender bem quando fiz o post, mas a minha indagação não é, de forma alguma, homofóbica. (Falo isso por que já fui duas vezes questionado sobre qual seria o real problema da sociedade no futuro ser bissexual, além é claro do meu "preconceito").
Minha posição em relação ao homossexualismo (caralho, isso pode ter uma conotação esdrúxula, mas vamo lá) é a mesma que eu tenho em relação ao aborto: pessoalmente eu sou contra, mas não penso que outras pessoas não possam o ser/cometer só por que eu acho errado. (posicionamento que coincide com o adotado pelo meu querido amigo Filho de Alah).
O que me parece problemático é que queiram, com base em argumentos evolucionistas chulos, trasformar o mundo inteiro num cruzeiro das loucas.

Paulera disse...

bom, pelo menos o falso gay come a gostosa no fim do cruzeiro das loucas, mas a melhor parte é ela demonstrando como chuparia. ops =x

Alê disse...

É não acho tão absurdo, mas a parte da abelha é lombra!!Acho que nós não chegaríamos a esse ponto. Porra, sexo é bom demais! A gente pode diminuir o número de filhos, como já vem acontecendo...Mas para de transar...???NÃOOOO!!!rsrsrsrs

E "na libélula" foi ótimo!

Alê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.