terça-feira, 1 de janeiro de 2008

A constante busca da felicidade!

A constante busca da felicidade!

Nós, seres humanos, queremos ser felizes!
Ser feliz não é somente a ausência de dor, mas a presença de inúmeros reforçadores positivos!
È estar bem com o meio em que vive, não só se sentir bem. È ter a possibilidade de escolher o quer da vida não somente o que a vida quer de você. È compreender que a felicidade, como todos os sentimentos ou emoções são conseqüências de nossos atos. Nós sentimos, pois vivemos. Cada contexto nos oferece um sentimento distinto. Dor, alegria, êxtase, medo, raiva. Cada sentimento, vários contextos, várias comportamentos.
Percebi que estar feliz é aceitar e compreender que em cada momento terei uma emoção distinta. E que sofrer faz parte disto. Talvez a pergunta pra quando sofra não seja como ter a felicidade perpétua, mas sim, como lidar com o meu sofrimento.

Para estar feliz, faço que nem aquela poesia do Arnaldo Antunes, mais conhecida como propaganda do Pão de Açúcar:

O QUE FAZ VOCÊ FELIZ?

Comer morango com a mão
Por açucar no abacate
Brincar com melão, goiaba, romã, jaboticaba
Ou é o gostinho de infância que te faz feliz?

Cuspir sementes de melancia
Falar besteira, ficar sem fazer nada
Plantar bananeira
ou comer banana amassada

A lua, a praia, o mar
A rua, a saia, amar...
Um doce, uma dança, um beijo,
Ou é a goiabada com queijo?

Afinal, o que faz você feliz?

Chocolate, paixão, dormir cedo, acordar tarde,
Arroz com feijão, matar a saudade...
O aumento, a casa, o carro que você sempre quis
Ou são os sonhos que te fazem feliz?

Um filme, um dia, uma semana
Um bem, um biquíni, a grama...
Dormir na rede, matar a sede, ler...
Ou viver um romance?

O que faz você feliz?

Um lápis, uma letra, uma conversa boa
Um cafuné, café com leite, rir à toa,
Um pássaro, ser dono do seu nariz...
Ou será um choro que te faz feliz?

A causa, a pausa, o sorvete,
Sentir o vento, esquecer o tempo
O sal, o sol, um som,
O ar, a pessoa ou o lugar?

http://www.youtube.com/watch?v=JoYT8TH_c...

Vejam que o autor discrimina os comportamentos que tem efeito positivamente reforçador em sua vida! E talvez criar novas! Consegue reconhecer os atos que lhe dão prazer ou simplesmente lhe faz bem! Consegue distinguir os ambientes que auxiliam em seu estar e sentir bem!

Estou escrevendo um artigo sobre a constante busca da felicidade e exponho todas estas idéias. A idéia geral é: dar um novo significado à felicidade, mostrar por que não somo felizes todas as horas, e mostrar novas maneira de estar feliz! Quem sabe vira uma obra de auto ajuda???Pois é!

4 comentários:

Paulera disse...

vamos sair e beber!

Hammurabi disse...

No início eu imaginei que fosse um texto do Davi. Depois com a quantidade de termos behavioristas eu percebi que só poderia ser um texto ou do Mohammed ou do Todorov.
Tô com o Fidel. Vamos sair e beber!!!!!!!!!!!

Davi disse...

Ao ler esse teu texto lembrei-me dum poema da Clarice, aí vai ele:

O Sonho

Sonhe com aquilo que você quiser.

Seja o que você quer ser,
Porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas.
Clarice Lispector.

Paulera disse...

maravilha Davi.