domingo, 12 de agosto de 2007

Pensamentos, reflexões e opiniões em alguns dias de folga (parte I)

“Se eu tivesse sido criado com amor na infância, hoje eu seria só mais um mané arrogante”.


Turma é o seguinte: Eu passei as últimas três semanas sem postar nada por que eu tô tendo uma série de outros pepinos pra resolver que estão me impedindo até mesmo de ir pra faculdade e ficar secando as calouras e as boas professoras. E mesmo que eu adore passar algum tempo imaginando alguma besteira pra escrever, esses problemas estão me tirando todo o tesão para tanto (mas não pensem que, quando eu digo que eu estou sem tesão pra escrever, eu estou dizendo que minha "caneta tá brochada". Quanto a isso as moças podem ficar despreocupadas).


Então, já que eu tô sem nenhuma crônica ou piadinha nova pra escrever, eu vos deixo com alguns dos pensamentos que me ocorreram nas diárias horas e meia que eu passo sacolejando no ônibus. Serão alguns capitulos que eu vou fazer ao longo do mês. Abaixo vai o primeiro da série:


***********************

Relaxa e Goza

***********************


Eu sei que esse assunto é meio antigo. Mas essa semana eu vi um comentarista da Globo falando sobre a tragédia com o vôo da TAM e, no meio do discurso, ele traz a tona a famosa frase da Martinha.
Tá lá a ministra mãe do Supla cercada de jornalistas e, questionada sobre a crise aérea, específicamente o tempo que os passageiros passavam nos aeroportos, solta: Ah! Relaxa e goza!...


Os urubus cairam em cima. A mídia golpista tratou como um desrespeito do governo aos usuários do sistema aéreo. E dá-lhe Jô Soares, Faustão, Ana Maria Braga e aquele viadinho cozinheiro da Record metendo o pau na ministra (quer dizer, desses todos que eu citei, acho difícil alguem meter pau em alguma coisa. A não ser que a Ana Maria Braga tenha adquirido
um dos produtos da ConfrariaCorp).

Eu vejo por outro ângulo.

A Marta é ministra do turismo e, antes de mais nada, sexóloga. Eu já li um livro dela. Infelizmente não o tenho mais. Chama-se "Conversando sobre Sexo".



Eu ri muito quando li esse livro.
Basicamente são cartas de adolescentes e casais com dúvidas sobre sexo (dãã!!!). Alguns eram "singulares". Vou tentar reproduzir alguns dos questionamentos que me recordo:
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Drª Marta,
Eu tenho um pênis muito avantajado. Já perdi muitas namoradas por que elas se assustavam com o tamanho dele. Estou namorando uma garota agora e pretendo casar com ela mas eu tenho medo que ela me largue que nem as outras. Por isso eu quero saber: Existe algum tipo de cirurgia pra diminuir ele? Por favor doutora, eu estou desesperado!

Pedrão
Jundiaí-SP

...............................

Drª Marta como vai?
Estou com um problemão! Vou casar dentro de alguns meses e eu tenho medo de que meu futuro esposo me rejeite por achar que eu não sou virgem. Eu explico. É que eu me masturbava quando era solteira e tenho medo que, com isso, eu tenha rompido o hímem. Tem como um homem reparar isso? Por favor, me responda drª.
Beijos,

Maricota
Varginha-MG
.............................................

Drª Marta,
Meu nome é Juninho, tenho 14 anos e tenho uma dúvida. Meus peitos têm inchado muito, ficando quase parecidos com os de uma garota. Eu evito ficar sem camisa na frente dos meus amigos por que eles caçoam de mim e ficam querendo pegar neles. Meu tio disse que isso é por que eu bato punheta. Isso tem a ver?
Obrigado,

Junior
Guaratinguetá-SP
...............................

Os nomes e os locais eu inventei, mas os casos estão no livro. Podem conferir. Agora eu pergunto: A ministra tem realmente culpa de se expressar daquela forma? A maior parte dos conselhos dela frente as perguntas dos seus pacientes eram "calma, isso é só uma fase"; "Aprenda a usar sua ferramenta e a ter prazer com ela"; "Tenha paciência com sua parceira". Foi básicamente isso que ela falou no episódio do apagão aéreo. Faz diferença a ministra dizer
"calma, é só um período conturbado e as autoridades já estão tomando as devidas providências para resolver esse problema" ou
"Ah turma! Relaxa e goza por que nem nós nem vocês podemos fazer nada pra resolver esse pepino agora ".

Eu penso que é hipocrisia crucificar a ministra pela expressão que ela usou. Na verdade, até hoje a turma da mídia golpista usa a expressão da ministra pra culpar o Lula pelos acidentes (da Gol e da TAM) e pela crise aérea como um todo, quando todo mundo sabe que o que ocorre hoje é fruto de anos e anos de descaso de vários governos e da irresponsabilidade dos donos das companias aéreas. Bom, como eu não sou o viadinho cozinheiro da Record, eu vou parar de dar meu pitaco sobre a crise, por que assim como a opinião dele, a minha não deve valer muito nesse caso.
Enfim, somos vítimas de nós mesmos. Às vezes nossa própria língua nos trai. Não digo que a digníssima mãe do Supla não tenha culpa no cartório. Mas dessa acusação eu, particularmente, a absolvo. Até por que a ministra nada mais fez do que utilizar uma metáfora que faz alusão à psicologia reichiana. Se uma sexóloga foi tão mal compreendida, eu nem quero saber o que aconteceria se a ministra fosse uma ginecologista ou uma infectologista.

(Ministra Ginecologista)
-Precisamos ver mais a fundo o problema. É complicado ficar metendo o dedo em qualquer ponto crítico sem examinar direito as partes envolvidas.

(Ministra infectologista)
-Não tenho nada mais a dizer. O sistema aéreo brasileiro é mesmo uma merda!

Livrai-nos!


No mais a meu ver, único motivo para o eco mal-intencionado à frase da ministra ter tomado essas proporções foi a histeria causada por essa parcela da sociedade brasileira hipócrita e falsamente moralista bem representada por sua mídia golpista.

11 comentários:

Paulera disse...

fudeu!
fomos roubados!
o texto sumiu!

Hammurabi disse...

Calma Fidel, foi só uma parada pro chopp. Já tá resolvido!

Paulera disse...

a caneta não pode ser broxa. como foi dito no semestre passado, "se o seu namorado broxar 3 vezes seguidas, procurem-nos"

"Enfim, somos vítimas de nós mesmos. Às vezes nossa própria língua nos trai".
muito bom isso hein.. é Nietzche?!

eu voto em você thiagão, apesar de ter falado que votaria no Prof Adriano semestre passado, eu anulo e voto em você.

Paulera-era (como diz o nomezinho acima)

Raskólhnikov disse...

Beleza de texto, Confrade!!
O Lula é mermo uma figura, coloca logo uma sexóloga como ministra do turismo. Oras, o Brasil já é visto e famoso como o caliente paraíso sexual, nada mais acertado e prudente do que uma sexóloga, Martinha-relaxe-e-goza, para "orientar" os turistas fominhas.

Hammurabi disse...

Agradeço o apreço Fidel. Mas o político da Confraria é o Mohammed. Se ele se candidatar eu posso ser o Duda Mendonça da campanha dele.

Hammurabi disse...

Ah e eu não sei se foi o Nietzche quem escreveu isso não. Se foi, eu peço desculpas.

M. Bertunes disse...

"...até hoje a turma da mídia
"golpista" usa a expressão da ministra pra culpar o Lula pelos acidentes (da Gol e da TAM) e pela crise aérea..."

Bem como eu sempre discordo mesmo não seria agora que eu iria concordar, ainda mais insultando a profissão.

Muito bem, a mídia não é como você disse golpista, nós temos o dever em divulgar o fato. E não tem como você não atribuir a culpa a um chefe de estado por uma situação de crise em seu país, afinal quem escolhe, e define seus cargos de confiança é o próprio presidente.

Toda a massa política é definida por um jogo de interesses onde o governo tenta se manter em harmonia com a oposição, e nesse "joguete" político o lula acabou privilegiando algumas áreas e apenas "maquiando" outras.
E justamente é essa parte em que os jornalistas sérios e competentes tentam mostrar.

Mas é claro que como em toda profissão há os maus profissionais que tentam buscar exito em escândalos, mas nunca podemos generalizar dizendo que a mídia é golpista divulgando a culpa de um presidente em um caso tão sério.

E pra finalizar a marta tem culpa sim, porque no momento em que ela decidiu optar pela política (pois ela está no meio político há muitos anos), ela deveria mensurar suas palavras e se dedicar mais a nova profissão, pois uma declaração qualquer dela como ministra ela pode arrasar com a economia do país, prejudicando assim a toda a nação.

Obs: todos esses supostos "jornalistas" que você citou não são considerados como tal nem pelos profissionais da área. Eles possuem o diploma, atuaram um certo tempo de suas carreiras mas agora eles desempenham o papel de apresentadores de um programa de entretenimento. Eles apenas emitem uma opinião que as vezes não vale nem mesmo pra eles.

Hammurabi disse...

Caro Sr. Bertunes (caralho, como é esquisito te chamar assim!).

Aceito de muito bom grado as suas críticas. É sempre bom ter pensamentos discordantes. Dá mais tesão!
Mas eu creio que você cometeu alguns equívocos em sua réplica. Em momento algum eu insultei a profissão de jornalista. Quando utilizei o termo “mídia golpista”, me referi a toda uma estrutura montada com o intuito de torcer informações para ludibriar a opinião pública. Alguns jornalistas fazem parte dessa estrutura. Dentro destes “alguns” há os bons profissionais que são obrigados a baixar a cabeça ante a ordem do patrão, assinando textos comidos, engolidos e regorgitados pelos que ocupam os “aquários” das redações dos grandes jornais e noticiários. Mas há também os “jornalistas” que simplesmente já vestiram a camisa da empresa e, não somente assinam as manchetes enviesadas, como as criam e defendem. Em geral esses jornalistas “transpiram” credibilidade em seus belos ternos e tailler’s e dão “boa noite” à maior parte da população brasileira por volta das nove da noite (um deles, aquele que é casado com a jornalista que sempre vai à Copa do Mundo e que apresenta o noticiário do lado dele, tem medo do Homer Simpson. Vai entender né?).
Também continuo a discordar de sua discordação (isso existe?). Não acho que se deva culpar o Lula pelos acidentes da Gol e da Tam, que nada têm a ver um com o outro a não ser pelo fato de ambos terem sido as maiores tragédias da aviação nacional. Eu discordo das suas afirmações por dois motivos: primeiro, não é o Lula o responsável pela manutenção dos reversos dos aparelhos da TAM. Segundo, quando do acidente de 1996 da TAM em Guarulhos, não foi o Fernando Henrique Cardoso apontado em nenhum momento pela “mídia” como o responsável pela tragédia. A culpa pelo acidente recaiu (acertadamente, diga-se de passagem) sobre a própria TAM, que tem em seu currículo 10 acidentes de 1996 pra cá.
Quanto ao caso da Marta eu já expliquei. Na verdade o Pavlov e os cachorros babões dele te explicariam bem melhor o conceito de condicionamento e como ele pode ser aplicado às atividades humanas.
Por fim, e só pra lembrar, “mídia golpista” não são os bons jornalistas. Nunca o serão! “Mídia golpista” é aquela que age em detrimento do Estado de Direito e da democracia que ele representa. É aquela que busca favorecer os abastados e manter na miséria os que nela se encontram. É aquela que está cansada de ter um ex-metalúrgico no mais alto posto da nação. É aquela da Hebe Camargo, do Faustão, da Ana Maria Braga, do Jô Soares, do Boninho e da Narcisa Tamborindeguy (que gostam de jogar ovos do alto de seus luxuosos apartamentos nos “vagabundos” que passam na rua), do Big Brother, do Criança Esperança e do viadinho cozinheiro da Record.

Hammurabi disse...

Ah!!! E eu tô cheio de orgulho do meu bom garoto Colestra!!!

Abração meu querido!

M. Bertunes disse...

meu caro amigo...

volto a repetir como nas mesas de bar:

você falou, falou bonito e com mto embasamento, mas....

desviou do foco central, do que eu realmente lhe questionei.
Os profssionais q vc cita não servem como referência, eh a mesma coisa que você pegar um psicólogo ´de animais(que existe por incrível q pareça) pra fazer psicanálise do seu filho e ainda lhe convencer que você falhou no "adestramento".

Porque o jornalista que se submete as vontades do editor-chefe e assina uma matéria só para se manter no emprego, esse não mereçe nem o diploma.
temos bons jornalistas que foram demitidos porque não se submeteram a tal, e dizer que o motivo da queda do avião da tam foi apenas um reverso...

isso é demais, nem especialistas sabem o que causou, porque todos sabem que foi uma série de fatores(inclusive a pista, e a ANAC, que era sim responsável pela fiscalização nas companhias aéreas inclusive nas aeronaves).
E como todos sabem a ANAC e um órgão governamental, e portanto de responsabilidade do governo.
não tem como você atribuir a jornalistas a "irresponsabilidade" de alguns, porque todos sabem que a mesma mídia que você critica, é quem apoiou com toda foça e ainda matém no poder o nosso querido presidente ( ah ressaltando, não tenho nada contra o presidente, acho até que ele fez um ótimo trabalho se comparado ao último governo).
E todos sabem que o último governo tinha toda a midia a seu favor, e abafava todos os escandalos para que não se refletisse em sua saga política.
porque todos sabem que nenhum acidente aéreo rendeu tanta repercurssão como estes, não somente pelo tamanho da fatalidade recorde, mas também pelo fato da democracia em não se deixar abafar as notícias( ou algum de vocês sabem me dizer tudo a respeito do acidente de 1996 sem ter que pesquisar, algum de voces ouviu os diálogos das caixas pretas de qualquer outro acidente?).
Isso gente é porque nosso país está sofrendo uma revolução em seus meios de comunicação interna, e utilizando uma estratégia de comunicação dos E.U.A que consiste na política de portas abertas, onde quanto mais você souber do fato da maneira que eu conto, menos irá me culpar.

M. Bertunes disse...

ah mas na boa,

não tem graça discordar de você aqui, não dá pra ver sua cara desesperada me xingando até a nona geração.

é bom ver você usando de todos os argumentos e ainda sim, acabando perdendo a linha me xingando.

abs mlk...