quinta-feira, 17 de maio de 2007

como fazer resenhas de teorias humanistas

Oi,
esse é o primeiro post no blog do tipo D.I.Y. (Do It Yourself) [Faça você mesmo]

E ele irá te ensinar a fazer as duas resenhas para a matéria chamada Teorias Humanistas (também chamada de: A Terceira Força)

primeiro passo: verificar se você possui os arquivos.
baixe os artigos do e-mail que a Cleuza mandou para toda a turma. Caso não tenha esse e-mail, mande uma notificação para o e-mail do Paulo informando sobre esse imprevisto.

segundo passo: download dos arquivos.
passado o imprevisto, faça o download de alguns, dos vários artigos, para o seu computador.

terceiro passo: verificar o tamanho dos arquivos.
é importante ver qual é o tamanho de cada arquivo. Porque o tamanho do arquivo irá dizer qual o número de páginas que o artigo terá.

E.g.: Eu abri o arquivo chamado Husserl e a psicologia.pdf e ele tem só 5 páginas. (eba!)

quarto passo: ler o artigo.
agora você precisa do maior esforço possível para se concentrar e ler o artigo, mesmo porque você foi passear pela sua casa no intervalo entre cada instrução, e agora já são 10 e meia da noite. Isso quer dizer que a cafeína do café com pão que você tomou na janta, assistindo ao Profeta¹ não está fazendo mais efeito.

quinto passo: fazer a resenha.
fazer a resenha é simples, porque o que seria uma resenha?! Um resumo + a sua opinião. Então você lê uns trechos do artigo, muda as palavras e vai criando a sua resenha assim. E no final você cria um segundo parágrafo falando "ah, que teoria de merda!" mas escrevendo indiretamente ao extremo. e pronto, aí está a sua 1ª resenha pronta.

ai faz mais uma pausa pra ver se tem recadinho novo no orkut e dá de cara com a única comunidade anti-preconceito que você não apoia, e nem irá apoiar, que chama:
"Odeio preconceito contra emos³" (clique para entrar lá)
e lê a seguinte descrição (com um português xulo):
odeio preconceito contra os
emos nao sei pq isso!!!
c eu qro se emo dexa eu!!
c minha mae nao implica comigo,
nao vai c outras pessoas q vao implica comigo!!!!

(tradução da descrição está nos extras)

e aí você dá uma boa risada e vai dormir.
(e esquece de salvar o tal do trabalho que devia ter acabado de fazer).

extras:
Profeta¹ - se você não fez as resenhas até agora, é melhor correr, porque a Globo até já mudou de novela.

Descrição² (traduzida, com um português adequado)
"Não sei porque esse preconceito contra os emos³!
Se eu quero ser emo, me deixa ser!
Se minha mãe não implica comigo,
Não serão outras pessoas que irão implicar!!!"

Emos³ -
Raça inferior que acredita que, apagar a luz que está no fim do túnel é mais interessante, para que possam chorar em paz no seu cantinho escuro do quarto, perto de lâminas de barbear, chapinha e lápis de olho.


e pra finalizar a resposta que damos toda noite para o William Bonner:
BOA NOITE!

P.S.:
Ao invés de fazer a minha resenha eu estava escrevendo esse texto.

5 comentários:

Talita disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk

Paulo = mente fértilllllll!!!

hehehehehehehe

=*******

Hammurabi disse...

A boa notícia é que eu to com o mesmo artigo: Husserl e a Psicologia. Só não tenho a menor ideia de um outro tão escroto quanto.
A má é que eu não passei da primeira página daquela porcaria. Resenha então? Tô f.

Hammurabi disse...

Mas eu gostei da idéia de usar a Confraria como espaço para Prestação de Serviços. Se alguém tiver alguma idéia de Dinâmica de Grupo, pode postar. Pelo amor de Deus, pode postar.

T. Moreira disse...

muito bom...
de fato traduz a função metalinguistica dentro de nossa realidade psicológica. Ainda bem que não faço mais esta matéria. Gosto dela...mas estes resumos são do inferno!!!

Tenny disse...

Ha caminhos que para o homem parace bom, mas seu final encontra-se um grande abismo.
A duvida deve fazer para do ser inteligente.
``Penso logo existo``